Observatório do Trabalho de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social – SEDESE, em parceria com a Fundação João Pinheiro – FJP, desenvolveu um Boletim Especial em comemoração ao Dia da Consciência Negra.

O objetivo do estudo é apresentar a evolução do mercado de trabalho mineiro a partir de 2012, destacando a manutenção e o aprofundamento das condições de vulnerabilidade de inserção dos negros (pretos e pardos) no mundo do trabalho.

Para acessar o boletim na íntegra, clique aqui